segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Para Iza Garcia, o empreendedorismo materno é positivo para o mercado de trabalho e para os filhos

Iza e a filha, Bruna
Iza Garcia é mãe empreededora e idealizadora do Blog Roteiro Baby. Ela administra também a loja virtual Bibelots, que tem uma vitrine chamada Baby Gracinhas e organiza, em Brasília, o SamBaby, evento que funciona nos moldes do Sambebê, que existe no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Confira abaixo o depoimento que Iza enviou para nosso blog.

"Até a minha filha nascer, eu estava satisfeita com minha profissão e costurava, de vez em quando, como hobby. Na licença-maternidade comecei a escrever o Blog Roteiro Baby, para compartilhar dicas da programação infantil de Brasília com as mães da cidade e, passados quadro meses, muita coisa mudou: o interesse das pessoas pelo blog aumentava na mesma proporção que a minha vontade de trabalhar um pouco menos e passar mais tempo em casa com a minha filha.

Depois, veio uma vontade enorme de começar a costurar coisinhas para crianças e, quando eu percebi, a loja virtual que eu tenho há dois anos ficou bem mais movimentada com os itens infantis que eu criei para a vitrine que hoje chamo de "Baby Gracinhas".

Depois, observando a programação infantil de Brasília, que é fonte de uma agenda que eu posto no Roteiro Baby, semanalmente, para que os pais possam aproveitar mais o final de semana na cidade com os filhos, passei a sentir falta de programas que têm em outras cidades e faltam na capital.

Banner do projeto SamBaby
Desse contexto, surgiu meu interesse em promover, em Brasília, o SamBaby, nos mesmos moldes do Sambebê, que já acontece no Rio de Janeiro e em São Paulo, e que consiste em shows de samba e chorinho com estrutura adequada para pais e filhos se
divertirem juntos.

O diferencial do SamBaby está no ambiente, que é especialmente preparado para receber os bebês e crianças. É proibido fumar no evento, o som da banda é reduzido, existe trocador de fraldas e uma área reservada para a amamentação. O menu do restaurante oferece opções infantis, existem atividades recreativas e sorteios para pais
e crianças.

Ainda não realizei o sonho de trabalhar "um pouco menos". Pelo contrário: atualmente, concilio a carreira profissional e o emprego com horário integral com os projetos
paralelos da loja virtual, do blog e do evento, e me desdobro em mil para ainda dar atenção à família. No entanto, a satisfação de ver os projetos caminhando com sucesso me
faz acreditar que os esforços têm valido a pena e que, em breve, será possível continuar trabalhando, mas "passar mais tempo em casa com a minha filha".

Em minha opinião, empreendedorismo materno é o processo vivido por mães que desejam permanecer no mercado de trabalho em uma atividade ou carga horária compatível com a maternidade.

Não vejo pontos negativos nesse processo. Pelo contrário. O mercado ganha profissionais satisfeitas e dedicadas a fazer com que seus novos projetos alcancem sucesso, as mães consumidoras ganham com a quantidade de novos produtos e serviços que surgem, já que as mães empreeendedoras, geralmente, optam por oferecer algo para o mercado infantil; e os filhos ganham mães mais realizadas e presentes.

Minha dica para as mães que desejam empreender é a seguinte: a qualidade de vida alcançada por meio da realização de um trabalho mais prazeroso e que lhe permita estar mais perto dos filhos é mais importante que um bom salário".

Gostou do trabalho de Iza?
Entre em contato com ela!
Site: www.sambabybrasilia.com
Facebook:
http://www.facebook.com/Sambabybrasilia

2 comentários:

  1. Obrigada pela oportunidade, Michele! Adorei conversar contigo e fazer parte dos seus grupos!

    ResponderExcluir